BANNER

Nosso Seguimento:

Empresa

A Tuning Car Extreme é uma empresa focada na distribuição de acessórios para veículos. Oferece aos clientes a garantia integral do fabricante.Formada por profissionais de larga experiência em gestão de vendas, seu pedido conta com o suporte dos departamentos de vendas, financeiro, expedição, marketing e diretoria.
Desde a inauguração, a empresa cresceu e evoluiu focada na distribuição de acessórios para satisfazer seu desejo de personalização e exclusividade. Nosso objetivo é promover sua comodidade, inspirar mudanças de atitude que garantam prazer ao ver a transformação do seu veículo com os acessórios da Tuning Car Extreme.
Atuamos em São Paulo, com a loja virtual que atendemos consumidores do país. Nosso objetivo é garantir que seu desejo seja realizado e seu veículo personalizado. Além de todos os produtos comercializados, nossos serviços alinham aos seus anseios de mudança. Isso resulta em uma combinação sob medida para nossa empresa e para você.
Nossa maior alegria é tê-lo como cliente.


quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Bonde da Stronda feat. Mr Catra - Mansão Thug Stronda (Videoclipe Oficial)



PALIO TUNING COM UMA PINTURA BEM DIFERENCIADA, RODAS DOURADAS DANDO UM ESTILO INOVADOR PARA A CARANGA


Este é o XL1, o carro insano da Volkswagen que faz 100 km

Já faz mais de dez anos que o Dr. Ferdinand Piëch começou a
 falar de um carro que só usa um litro de combustível a cada 100 km rodados. 
Uma década depois a versão de produção do XL1 está pronta.
 Veja como ele funciona.
Vamos começar pelo motor. É um 0,8 litro TDI que eles 
 fizeram “cortando o
 1.6 ao meio”. Os pistões são especiais para a injeção 
múltipla e há orientação
 individual do leque do injetor, enquanto o 
virabrequim de alumínio 
de alta precisão e o eixo de balanceamento
 (que é movido pelo virabrequim,
 girando na mesma velocidade), garante que o 0.8
 rode tão suave quanto
 seu irmão maior. O resultado são 47 cv e 12,3 
mkgf de torque.
Como o carro pesa apenas 790 kg, este pequeno motor a 
diesel seria
 suficiente para a maioria das situações, mas os alemães
 (sendo alemães) 
foram além, e adicionaram um motor elétrico de 27 cv
 na parte traseira do 
carro. As baterias de lítio de 5,5 kWh foram para a frente. 
Todo esse conjunto motriz pesa apenas 227
 kg, e está ligado a uma caixa 
DSG de sete velocidades para 
economizar combustível.
 No modo totalmente elétrico o XL1 promete até 
50 km de autonomia. A força do TDI combinada ao boost
 elétrico tão ao carro 68 cv e 14,2 mkgf. Isso permiteuma aceleração de
 zero a 100 km/h em 12,7 segundos e uma velocidade
 máxima limitada a 160 km/h. Também significa que o carro 
consome pouquíssimo combustível.

Imagem

Não é apenas o conjunto motriz que ficou mais leve
 graças a um projeto inteligente. Toda a mecânica do carro pesa
 apenas 152 kg (sem o motor e transmissão). A suspensão é formada por
 braços sobrepostos na dianteira e braços 
semi-arrastados na traseira,
 todos de alumínio assim como as pinças 
de freio, a carcaça da
 caixa de direção e amortecedores. As barras estabilizadoras são 
de fibra de carbono, os discos de freio
 são de carbono
, as rodas de magnésio e o volante usa plástico. 
Os componentes eletrônicos pesam 80 kg e os equipamentos 
essenciais 105 kg, o que deixa 230 kg
 para a carroceria de fibra de carbono.

Imagem

O peso e o centro de gravidade baixos unidos a
 um coeficiente aerodinâmico de 0,189 e aos
 pneus Michelin de baixo atrito permitem que o XL1
 use apenas 8,4 cv para rodar a 100 km/h constantes. 
Como o formato da carroceria é otimizado para vencer o 
vento, os bancos ficam lado a lado, mas o passageiro fica
 recuado em relação ao motorista. 
As portas asa-de-gaivota
 são ancoradas em dois pontos: na parte inferior das colunas 
A, e logo acima do para-brisa, na estrutura do teto, dessa forma
 elas não abrem exatamente para o alto, e sim cruzadas para a frente.
 O XL1 tem 3,88 de comprimento, 
166 de largura e apenas
 1,15 de altura, mas a Volkswagen
 traduziu isso de um jeito
 fácil de lembrar: mais curto que um Polo, mais 
baixo que um Porsche Boxster.

Imagem

Na traseira uma referência não intencional à Tatra 
(de novo). Outro detalhe interessante é que o ar-condicionado
 está instalado no lado de fora, em uma cápsula 
na dianteira do carro, 
simplesmente por que não havia espaço em outro lugar.
 Na verdade sobrou
 lugar para alguma bagagem, já que o porta-malas do 
XL1 comporta 120 litros.
O XL1 será produzido em Osnabrück.
 O monocoque de fibra de
 carbono é produzido por um fornecedor na
 Áustria usando o
 processo de moldagem por transferência, 
que é a forma de produzir
 componentes de fibra de carbono
 em grandes volumes. 
A carroceria é construída sem portas ou tampas,
 enquanto os componentes de fibra de 
carbono são unidos aos 
outros na carroceria por colagem. As duas portas são produzidas 
em uma etapa separada,
 uma vez que é um processo 
de alta precisão, pois os elementos de carbono
  não podem ser remodelados.



























"SKRILLEX - FIRST OF THE YEAR" by Mike Song | KINJAZ


ESSA PICAPE EU VI AQUI NA ZONA NORTE DE SP, TIVE QUE TIRAR ESSA FOTO, MUITO SHOW


HONDA CIVIC CUSTOMIZADO NA PERSONAL PARTS EM SP - DANDO OUTRA CARA PARA O CARRO